Especialidades

Moscas Volantes

Especialidades - Moscas volantes

Com o processo natural de envelhecimento, o vítreo – fluído gelatinoso que preenche o globo ocular – contrai-se, podendo separar-se da retina em alguns pontos, sem que isto cause obrigatoriamente danos à visão. As moscas volantes são minúsculos torrões condensados do vítreo, tecnicamente chamados grumos, formados quando partes do vítreo se separam da retina. Embora pareçam estar na frente do olho, na realidade, elas estão flutuando no vítreo, dentro do olho. Às vezes as moscas volantes não interferem na visão. Mas, quando entram na linha de visão elas bloqueiam a luz e lançam sombras na retina, a parte posterior do olho onde se forma a imagem.

Especialidades - Olho Moscas volantes

SINTOMAS

Muitas pessoas veem pequenos pontos escuros, manchas, filamentos, círculos ou teias de aranha que parecem mover-se na frente de um ou de ambos os olhos. São as chamadas moscas volantes, percebidas mais facilmente durante a leitura e quando olhamos fixamente para o céu ou para uma parede vazia. Ao movermos os olhos as moscas volantes parecem mover-se rapidamente e, então, movimentam-se lentamente quando paramos de movimentá-los.

TRATAMENTO

Não há um tratamento que elimine as moscas volantes. Algumas delas podem permanecer no campo de visão, porém muitas diminuem ou desaparecem com o tempo, deixando de incomodar. Se o descolamento do vítreo causar alguma lesão da retina, o oftalmologista orientará o tratamento que poderá consistir na aplicação de laser para bloqueio da lesão. Nas situações de maior gravidade, que tenham evoluído para um descolamento de retina, o tratamento possivelmente será uma cirurgia a ser realizada o mais rápido possível para evitar um maior comprometimento da visão.